Entenda o que é hipocortisolismo

A palavra comprida pode assustar. Mas, certamente você já ouviu falar no cortisol. Famoso por ser “o hormônio do estresse”, boa parte das pessoas precisa controlar os níveis para que seu excesso não prejudique o organismo.

Chamamos de hipocortisolismo a insuficiência do organismo em produzir o cortisol.

Você sabia que manter os níveis baixos demais também traz consequências negativas para todo o corpo?

Leia também: Açúcar: droga ou alimento?

Por que o hipocortisolismo é um problema

Em uma sociedade onde o estresse parece somente crescer, pode soar estranho existir a deficiência de cortisol. Ocorre que o hipocortisolismo acarreta em sintomas muito desagradáveis para o indivíduo. Vou até listar:

  • Dificuldade em acordar pela manhã;
  • Cansaço sem motivo;
  • Oscilações nos níveis de energia ao longo do dia;
  • Apatia;
  • Dificuldade de concentração;
  • Compulsão por massas e doces;
  • Irritabilidade;
  • Fragilidade imunológica;
  • Alterações no sono.

Esses são os sintomas físicos do hipocortisolismo. A longo prazo, essa insuficiência acelera os processos catabólicos do envelhecimento.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico dessa importante condição médica, infelizmente, é complexo.

Os testes laboratoriais de cortisol matinal, cortisol livre e transcortina são os mais comuns. No entanto, devido às características de produção e liberação de cortisol no organismo podem dificultar a detecção da deficiência ou insuficiência do hormônio.

Como é possível perceber, os sintomas não são muito específicos – podem indicar outros problemas no organismo. Unir esse fato à dificuldade em dosar o hormônio faz que o hipocortisolismo exija um pouco mais de esforço para ser diagnosticado.

É preciso que o médico adote uma abordagem terapêutica em que o paciente seja examinado de uma perspectiva global.

Conforme as diretrizes e com os estudos mais recentes com o respaldo de International Hormone Society (IHS) e Sociedade Brasileira Para Estudos da Fisiologia (SOBRAF), já sabemos que os níveis de cortisol em dia são fundamentais para o equilíbrio físico e mental em todas as fases da vida.

Uma das estratégias mais eficazes para combater o hipocortisolismo é a suplementação de doses fisiológicas de Cortisol Bioidêntico sob supervisão médica. Assim, é possível contribuir para a melhora da qualidade de vida desse paciente.

Espero que você tenha compreendido mais sobre hipocortisolismo.

Até a próxima!

Dr. Ítalo Rachid

Fechar Menu