Quais os sintomas da deficiência hormonal no corpo?

Os sintomas da deficiência hormonal podem se manifestar com uma frequência muito maior do que imaginamos. Infelizmente, a maior parte das pessoas acaba por se acostumar a sentir esses incômodos e ignora completamente os danos à saúde.

Os hormônios são mensageiros químicos que governam todo o processo de comunicação intracelular. É a partir desse equilíbrio que sinaliza às células o momento em que inicia a execução de alguma tarefa e por quanto tempo isso deve ocorrer.

É por meio dessa comunicação que as 10 trilhões de células formam um único organismo.

Portanto, a deficiência hormonal no corpo traz sérios danos à saúde física e mental. Continue até o final para conhecer os seus principais sintomas.

Declínio da produção hormonal

Todas as pessoas, independente de etnia ou forma física, experimentam o declínio da produção hormonal por volta dos 25 a 30 anos.

A partir dessa fase, o organismo passa a exigir muito mais dos hormônios do que a sua capacidade de produzir. É importante entender que os hormônios não caem porque envelhecemos, mas envelhecemos porque os hormônios caem!

Não significa exatamente que o indivíduo com o equilíbrio hormonal estabelecido não irá envelhecer. A questão é que, sim, é possível envelhecer em um ritmo mais suave, controlado, e reduzindo os danos à saúde.

Primeiros sinais do declínio hormonal

Os sintomas da deficiência hormonal podem se expressar em qualquer parte do corpo. Afinal, os receptores estão espalhados pelas células de toro o organismo.

Os principais sintomas de deficiência hormonal são:

  • Dificuldade para dormir;
  • Facilidade para acordar no meio da noite;
  • Dificuldade para acordar de manhã sem o auxílio do despertador;
  • Diminuição da massa magra;
  • Mais flacidez na pele;
  • Ganho de gordura;
  • Menos energia para as atividades cotidianas.

Em qualquer momento em que o indivíduo observa a si mesmo, seja no espelho ou a sua saúde, e percebe que já não se reconhece, pode ser interessante realizar uma avaliação do perfil hormonal.

Leia também: Quais os impactos dos declínios hormonais na saúde da pele?

O aumento do colesterol

Na prática clínica, ao realizar alguns exames, já é possível desconfiar do declínio hormonal quando o colesterol aparece em níveis elevados.

O colesterol é a matéria prima utilizada pelo organismo para transformá-lo em hormônios. Embora o colesterol tenha muitas funções no corpo humano, talvez uma das mais importantes seja dar a base para a formação de hormônios.

Quando o indivíduo está mais velho e perde a capacidade de converter colesterol em hormônios, o seu organismo tende a acumular tais substâncias com maior facilidade.

Diante da elevação dos níveis de colesterol, é dever do profissional da saúde avaliar os níveis hormonais do seu paciente. Talvez, este seja um dos principais sintomas da deficiência hormonal no corpo.

Eu espero que este artigo seja útil a você. Para saber mais, assista ao meu vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Recolher >>