Qual é a relação entre doença celíaca e fertilidade?

Qual é a relação entre doença celíaca e fertilidade?

Por errôneas vezes, intolerância a glúten pode ser considerada uma bobeira e por consequência, acaba sendo deixada de lado até que o problema cause uma explosão irrefreável de outras patologias. Eis uma doença com sérios efeitos no organismo humano que não podem ser negligenciados. À vista disso, vamos explorar a relação que existe entre doença celíaca e fertilidade.

Os portadores de doença celíaca têm sua qualidade de vida absurdamente furtada, até o dia em que decidem investigar com intensidade, a causa dos sintomas incômodos.

Em paralelo a isso, tem-se um considerável número de casais que desejam ter filhos e não conseguem sair de um infortúnio ciclo de tentativas.

Ainda que a infertilidade feminina tenha uma ampla gama de possíveis causas, dentre elas se encontra a presença da doença celíaca, conforme validam os estudos que veremos a seguir. Sendo assim, se você deseja entender mais sobre a relação que existe entre doença celíaca e fertilidade, considere ler este artigo até o final.

O que é a doença celíaca?

Para abordar o tema, doença celíaca e fertilidade, se faz necessário contextualizar o leitor acerca das particularidades da patologia.

Desta forma, é importante considerar que a doença celíaca diz respeito a uma reação imunológica a ingestão de glúten que é desenvolvida ao longo do tempo. Em decorrência disso, o organismo desenvolve uma severa inflamação que danifica o revestimento do intestino delgado, prejudicando a absorção de nutrientes essenciais para a saúde do indivíduo.

Os sintomas predominantes nos celíacos são: inchaço abdominal, gases, diarreia e fadiga. Tais manifestações motivam os indivíduos a investigar possíveis causas com o auxílio de um profissional especializado, até concluir a existência da doença celíaca.

Contudo, quanto mais tempo o indivíduo passar tolerando a doença sem tratar, piores serão as consequências a médio e longo prazo. A doença celíaca também é uma exímia causadora de anemia e por comprometer consideravelmente a absorção de nutrientes, pode resultar em quadros graves de nutrição. Ou seja, a doença celíaca é absurdamente séria e implacável se não for tratada adequadamente.

Uma vez contextualizada, vamos ao tema que o trouxe até esse conteúdo.

Leia também: Quais os impactos da doença celíaca no cérebro?

Relação entre doença celíaca e fertilidade

Em nossos estudos, averiguamos que cerca de 20 a 25% dos casais lidam com questões relacionadas à infertilidade, sem encontrar uma explicação que seja seguramente concreta. 

No entanto, poucos observam que a causa também pode estar no intestino, sendo a doença celíaca uma iminente explicação para a infertilidade. Pois bem, quantos casais consideram essa hipótese antes de partir para outras opções de reprodução?

Um estudo publicado pela Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, certifica a prevalência da doença celíaca em mulheres com diagnóstico de infertilidade e sem outra causa aparente. Diversos outros estudos a respeito do assunto, levantam deficiências de elementos primordiais à saúde, a exemplo do ferro, zinco e folato, como prováveis causas da infertilidade em portadoras da doença.

Tal situação se encontra seriamente relacionada com a condição inflamatória em que se encontra o sistema digestório de um indivíduo com doença celíaca não tratada. A partir da inflamação, tem-se quadros alarmantes de desnutrição e deficiências nutricionais que não podem ser negligenciadas independente da situação.

Demais distúrbios relacionados à doença

O esclarecimento que você acompanhou até aqui sobre doença celíaca e fertilidade já é, do meu ponto de vista, determinante para que se possa rever as questões relacionadas ao estilo de vida e, principalmente, a alimentação.

Porém, meu Caro e minha Cara, a doença celíaca por ser ainda mais degradante para a mulher. Diferentes pesquisas, associam a patologia a outros distúrbios de cunho ginecológico e de obstetrícia, assim como a infertilidade. Observe quais são eles:

  • Atraso do início da menarca em jovens;
  • Declínio Gonadal Feminino precoce;
  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Abortos espontâneos;
  • Disfunções sexuais;
  • Maior mortalidade perinatal;
  • Menor tempo de amamentação.

E mais uma vez, o intestino se releva uma peça-chave no complexo sistema que envolve a saúde do ser humano. 

Concebendo essa hipótese

Alicerçado por todas as informações que você acaba de consumir, considere a hipótese com relação a doença celíaca e fertilidade. Converse com seu médico e investigue.

Essas são questões que merecem atenção, sendo que além da infertilidade, a doença celíaca pode resultar em problemas gravíssimos, caso não seja tratada corretamente com a orientação de um profissional especializado.

Ou seja, antes de partir para novas formas de reprodução, considere investigar o comportamento do seu intestino.

Você também pode gostar de ler: Fatores que prejudicam a fertilidade e ninguém presta atenção

Para acessar meus conteúdos em vídeo, acesse e se inscreva no meu Canal do Youtube: Dr. Ítalo Rachid. Espero você por lá!