Diabetes gestacional: como a alimentação pode ajudar no controle?

Compartilhe

Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
diabetes gestacional

O diabetes gestacional é uma condição que pede muita atenção por parte da equipe médica e da paciente.

Para garantir a boa saúde de mãe e bebê, essa doença precisa ser controlada. E a alimentação é muito importante.

Antes de mais nada, vamos conferir em que consiste o diabetes gestacional e por que essa situação é tão preocupante.

O que é diabetes gestacional?

O organismo da mulher passa por diversas mudanças hormonais ao longo da gestação. A insulina, responsável por transportar a glicose entre as células, é produzida em maior quantidade pelo organismo nesse período.

No entanto, quando o pâncreas libera mais insulina que o normal em virtude do desequilíbrio de outros hormônios, os níveis de açúcar na corrente sanguínea podem exceder e originar um quadro de diabetes gestacional.

Assim, o bebê passa a receber altas doses de glicose através da placenta e, mesmo ainda em formação, o pâncreas do bebê já precisa lidar com essa sobrecarga.

Como o feto não tem hormônios suficientes para transformar esse açúcar em energia, esse excesso tende a virar tecido adiposo e o bebê já nasce com propensão maior a obesidade.

É por isso que o controle do diabetes gestacional é tão importante, inclusive, através da alimentação.

O que diz o estudo?

Um estudo chefiado pelo Dr. Frank Qian, médico da Harvard T.H. Chan School of Public Health, nos Estados Unidos, mostrou que uma dieta à base de vegetais, além de beneficiar à saúde em geral, pode influenciar na redução de casos de diabetes gestacional.

Manter uma alimentação rica em plantas, evitando derivados animais ultra-processados, traz excelentes ganhos ao próprio organismo e consequentemente reflete na saúde de um futuro ser e de toda sua trajetória adulta.

Isso, porque a diabetes gestacional já é relacionada a diversos distúrbios metabólicos da criança, como a obesidade.

O estudo também relacionou o consumo de dietas à base de vegetais para prevenção e tratamento de condições como diabetes do tipo 2 e doenças cardiovasculares, obtendo resultados positivos.

Como prevenir a diabetes gestacional?

Quanto a mulher se prepara para engravidar, é importante que mantenha os hábitos de vida saudáveis e o peso dentro de uma normalidade.

Recomendo que, ao decidir pela gestação, prepare o corpo durante 6 meses antes de engravidar.

Assim, garante-se mais saúde para o bebê em sua concepção e formação.

Espero que este artigo ajude a esclarecer sobre como a alimentação pode prevenir o diabetes gestacional.

Até a próxima!



Deixe uma resposta