Anabolizantes e hormônios sintéticos: as falsas medidas perfeitas

Os anabolizantes e hormônios sintéticos representam real perigo à saúde.

Infelizmente, a busca pelo corpo perfeito e por músculos definidos com o menor esforço possível leva muitas pessoas ao consumo dessas substâncias absolutamente nocivas ao organismo humano.

A boa notícia é que o assunto vem sendo amplamente difundido por profissionais de saúde e academias de ginástica sérias repudiam esse uso. Considero muito importante deixar minha contribuição sobre o assunto.

Ao final deste artigo, você vai entender por quais razões o uso de anabolizantes e hormônios sintéticos é uma grande cilada.

O que são anabolizantes e hormônios sintéticos?

Na verdade, os anabolizantes são hormônios sintéticos. Isso significa que não são produzidos pelo organismo humano.

Por essa razão, acredito que sequer deveriam ser chamados de hormônios. Anabolizantes são substâncias produzidas pela indústria farmacêutica com imenso potencial de prejudicar as funções vitais do corpo.

O crescimento muscular promovido pelos anabolizantes passa longe de ser fisiológico. Essas substâncias favorecem a retenção de líquidos e de glicogênio pelos músculos. É um processo similar a soprar um balão.

Apesar do efeito visual de impacto, o efeito do “dia seguinte” chega. A recorrência do uso de anabolizantes leva a uma supressão muscular. Além disso, efeitos colaterais como aumento da resistência insulínica e do acúmulo de gordura passam a se manifestar.

Homens e mulheres contam com consequências negativas em seu desenvolvimento reprodutivo e sexual. Usar anabolizantes e hormônios sintéticos pode levar à infertilidade para ambos.

Leia também: Os perigos do uso de anabolizantes

E quando existe a insuficiência hormonal?

Ressalto que não deve existir confusão entre os anabolizantes e os hormônios bioidênticos.

Em uma consulta médica, pode ficar comprovado que o paciente não consegue produzir todos os hormônios necessários à sua qualidade de vida e saúde.

Nesses casos, a indicação é de usar hormônios bioidênticos. Apesar de estarmos falando de hormônios manipulados, eles contam com estrutura similar à estrutura hormonal já existente no organismo.

Para fazer uma comparação prática, o hormônio bioidêntico opera como uma chave reserva para o carro. Ele é eficaz porque é idêntico à original. No entanto, se você tentar ligar o carro com uma chave de outro modelo, infelizmente, não vai funcionar.

A utilização dos hormônios bioidênticos deve ser indicada apenas em casos devidamente diagnosticados em consultas médicas e exames. Somente um médico pode dizer quais hormônios são mais adequados para cada indivíduo e atividade a fim de reestruturar o metabolismo.

Eu espero que este artigo sirva como um alerta para você jamais fazer uso de anabolizantes e hormônios sintéticos.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Até a próxima!

Dr. Ítalo Rachid

Fechar Menu