Açúcar e infertilidade feminina: um alerta

Se você nunca soube que açúcar e infertilidade feminina estão relacionados, fique atento. É cada vez mais urgente que a sociedade discuta sobre o alto consumo de açúcar da atualidade.

Já falei neste post sobre o arrependimento que teremos em por classificar o açúcar como alimento em vez de droga. Entre os inúmeros prejuízos à saúde, hoje quero destacar a relação entre açúcar e infertilidade feminina.

Para saber sobre o estudo que evidencia ainda mais essa relação nada saudável, leia este artigo até o final.

O que dizem os estudos

Um levantamento realizado pela Boston University School of Medicine interrogou 3828 mulheres com idades entre 21 e 45 anos vivendo nos Estados Unidos e no Canadá, sempre acompanhadas de seus parceiros.

Uma série de dados sobre esses casais foi levantada, tal como o histórico médico, os hábitos alimentares e o estilo de vida. A análise dos resultados levou à conclusão de que mulheres que consomem ao menos uma lata de refrigerante por dia apresentam índice 25% menor de fecundabilidade.

O açúcar também traz impactos negativos para os hormônios requeridos no processo de fertilidade. Um levantamento publicado no Journal of Clinical Investigation traçou a relação entre o consumo de frutose e a inibição do gene SHBG.

O SHBG é o responsável pela regulação do estrogênio e da testosterona ativa no organismo feminino. Ficou comprovado, por meio de estudos em camundongos, o quanto os hormônios responsáveis pela fertilidade são prejudicados.

A resposta para tudo está na atividade hormonal. Entre tudo que o açúcar afeta, destaque para o ataque à hipófise, glândula do cérebro responsável por enviar estímulos aos ovários. Assim, a produção dos óvulos é bastante prejudicada.

O que fazer hoje para evitar esses efeitos

Casais que desejam ter filhos saudáveis devem cuidar da sua saúde mesmo antes de engravidar. Quando a gravidez é descoberta, já está com algumas semanas de andamento, um período essencial para o desenvolvimento do feto.

Antes mesmo de consultar o médico, com base nesses estudos, você pode reduzir o consumo de açúcar hoje mesmo dentro da sua possibilidade. Veja:

  • Uma lata de refrigerante é suficiente para diminuir em 20% a chance de gravidez entre casais;
  • Sucos industrializados e bebidas açucaradas no geral também prejudicam a fertilidade;
  • Ainda conforme esses estudos, a taxa de infertilidade entre casais subiu 15% devido às mudanças no estilo de vida, incluindo aí o alto consumo de açúcar;
  • Além do açúcar, os casais que almejam uma gravidez devem evitar os carboidratos simples dos pães, o excesso de cafeína e de carne vermelha.

Portanto, fica o alerta sobre a relação entre açúcar e infertilidade feminina. Aqueles que nutrem o desejo por criar uma nova vida também devem nutrir essa vida literalmente, muito antes de sua concepção, com a comida de verdade, livre de açúcares.

Até a próxima!

Dr. Ítalo Rachid

Fechar Menu