11825090_1010771802269405_8007468263103292771_nNinguém duvida de que sexo é uma atividade prazerosa e todos sabemos que cada vez mais evidências científicas apontam para o fato de uma vida sexual ativa ser benéfica para a saúde física e para a mente. Diversos estudos já demonstraram que pessoas que fazem sexo frequentemente tendem a viver mais, têm menos problemas cardíacos e menor probabilidade de desenvolver certos tipos de câncer. Além disso, já foi mostrado que homens com vida sexual ativa têm esperma mais saudável, enquanto que as mulheres que fazem sexo regularmente sofrem menos sintomas da menopausa.

Entre esses estudos está o divulgado em março de 2011 por pesquisadores da Universidade Tufts, em Massachusetts, no Journal of the American Medical Association, mostrando que fazer sexo regularmente funciona como exercício cardiovascular, que minimiza o risco de sofrer um mal súbito do coração ou um AVC.

Outra importante pesquisa – esta com relação à longevidade – foi divulgada, em 2009, por pesquisadores da Queens University, de Belfast, na Irlanda. Publicado no The British Medical Journal, o trabalho mostrou que homens que fazem sexo ao menos duas vezes por semana vivem mais que aqueles que fazem sexo menos
de uma vez por mês.

Quer conhecer um pouco mais sobre o assunto?

Confira no link: http://revista.longevidadesaudavel.com.br/