11892113_504170613075548_7805550788388584183_nConsumo de chá verde ajuda a controlar a glicose | Parte 1

Um aliado milenar da saúde: assim, pode ser descrito o chá verde. Diversos estudos científicos já mostraram que a bebida pode proteger o organismo de várias doenças, como o Alzheimer e o câncer. O segredo dos benefícios está nas substâncias que previnem o envelhecimento precoce das células do corpo. E resultados de uma metanálise descritos em um artigo publicado no periódico The American Journal of Clinical Nutrition mostraram que o consumo do chá verde promove também importantes benefícios metabólicos para pacientes com diabetes tipo 2. De acordo com o trabalho, o consumo de chá verde ajuda a manutenção do controle de glicose sanguínea entre indivíduos com risco de síndrome metabólica, pois reduz os níveis de glicose sanguínea de jejum e de hemoglobina A1c, um marcador de controle de glicose de longo prazo.

O trabalho foi realizado por uma equipe de pesquisadores do Chongqing Medical Nutrition Research Center, da China. Eles fizeram uma busca em diversas bases de dados bibliográficas (PubMed, Embase e Cochrane Library), com o objetivo de selecionar estudos clínicos randomizados que avaliaram os efeitos do chá verde e/ou extrato de chá verde no controle da glicemia e sensibilidade à insulina. Foram selecionados 17 protocolos, que incluíram um total de 1.133 participantes para a análise.

Os cientistas levaram em conta critérios como características, desenho e duração do estudo; tipo de dieta e outras informações sobre os voluntários, como idade e estado de saúde, assim como mudanças na glicemia e parâmetros de sensibilidade à insulina. O período de consumo do chá verde, em cápsulas ou bebida, entre os participantes, variou de duas semanas a seis meses. E os voluntários tiveram os níveis de glicose e de insulina medidos em jejum, antes e depois do tratamento.

Entre os 17 estudos selecionados pelos pesquisadores chineses, dez foram realizados com pacientes que consumiram o chá verde em cápsulas e os demais com a bebida feita com folhas. O período avaliado de consumo do chá verde, em cápsulas ou bebida, variou de duas semanas a seis meses. No final, os pesquisadores afirmaram que os participantes que consumiam cerca de quatro xícaras de chá/dia tiveram um risco menor (em 20%) de desenvolver diabetes tipo 2, em comparação com aqueles que consumiam menos ou nenhuma quantidade da bebida.

——

Confira essa e outras matérias completas acessando o link:
http://revista.longevidadesaudavel.com.br/